Vozes Sem Terra -> Imagens & Vozes -> Por mídia -> Poemas

English | Português

As Imagens e as Vozes da Despossessão: A Luta pela Terra e a Cultura Emergente do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

Língua:

Português (change language to English)

Esta página:

Cultura emergente por tipo de mídia -> Poemas 46 recursos (Editado por Else R P Vieira. Tradu√ß√£o © Bernard McGuirk.)

AnteriorAnterior    recurso: 3 de 46    Seguinte

Este recurso se encontra também em:

Cultura: √ćcones, s√≠mbolos e monumentos

Autor:

Zé Pinto

Título:

O que pensaria Chê ?

Na parede um retrato do "Chê"
Na velha cadeira preguiçosa de fios
Azuis cor do céu
Um raro descanso.
véu da noite começa a cobrir
E na penumbra do cansaço
A viagem inicia.
Num país de ilusões tão profundas
E de pratos tão rasos,
De dimensão continental
E nem um taco de terra pra tantos,
De riquezas tão esnobes
E salários tão baixos.
Quando numa curva do trajeto
Surge, de repente, uma pergunta,
"Disso tudo, o que pensaria "Chê?"
Se não fosse hoje
Apenas um quadro na parede?
Antes que o viajante desperte,
que sabemos na certa
É que amanhã descobrirá
Que para os que sonham,
Nunca foi "Chê" apenas
Um quadro na parede.

Data:

novembro de 2002

Recurso ID:

WHATWOUL408

Gloss√°rio

Compilado por Else R P Vieira. Tradu√ß√£o © Thomas Burns.

Che Guevara
"Ernesto Guevara de la Serna (1928-1967), l√≠der guerrilheiro. M√©dico nascido na Argentina, participou ativamente da vitoriosa Revolu√ß√£o Cubana. Abandonou os cargos que chegou a ocupar no governo cubano para contribuir com a luta revolucion√°ria no Congo e, mais tarde, na Bol√≠via, onde foi assassinado. Transformou-se num √≠cone das lutas revolucion√°rias da Am√©rica Latina" (Fernandes, Bernardo Man√ßano e Stedile, Jo√£o Pedro. Brava gente: a trajet√≥ria do MST e a luta pela terra no Brasil. S√£o Paulo: Editora Funda√ß√£o Perseu Abramo, 1999, nota 19, p. 60-61). 

Palmares, Quilombo
"Para muitos revolucion√°rios ..., a Primeira Rep√ļblica Livre da Am√©rica Latina. Nos fins do s√©culo XVI , por volta de 1590, revoltaram-se os escravos negros de um grande engenho de a√ß√ļcar em Pernambuco. Armados de paus e foices, atacaram e dominaram amos e capatazes e partiram rumo √† floresta. ...Por volta de 1650, viviam cerca de 20 mil habitantes no Quilombo, organizados coletivamente para o trabalho e a defesa. 0 l√≠der mais importante de Palmares foi Zumbi, nascido em 1655, numa das aldeias do Quilombo e, quando jovem, capturado por soldados do governador de Pernambuco e dado ao padre de Porto Calvo, sendo batizado com o nome de Francisco. Em 1670, Zumbi fugiu da casa paroquial, voltou ao Quilombo de Palmares, onde se tornou um grande l√≠der por sua cultura, coragem, capacidade de organiza√ß√£o e comando. Cerca de 40 expedi√ß√Ķes foram empreendidas contra Palmares. A destrui√ß√£o de Palmares ocorreu com uma enorme expedi√ß√£o em 1694, provocando a morte de Zumbi no dia 20 de novembro de 1695. " (Calend√°rio Hist√≥rico dos Trabalhadores. S√£o Paulo: MST, Setor de Educa√ß√£o. 3a. edi√ß√£o, 1999, p. 38). V. ZUMBI DOS PALMARES. 

Antologia de poemas
Uma seleção de primeira mão, inédita dentro e fora do Brasil. Uma poética militante; a importância social e política do cantador, a construção de um cânone da despossessão; a mulher sem-terra; o tema da morte como horizonte de vida; o projeto pedagógico.
Else R P Vieira

		À Universidade da página bem-vinda de Nottingham

Vozes Sem Terra, site hospedado pela
School of Languages, Linguistics and Film
Queen Mary University Of London, Grã-Bretanha

Coordenadora do Projeto e Organizadora do Arquivo: Else R P Vieira
Produtor do Web site: John Walsh
Arquivo criado em janeiro de 2003
Última atualização: 07 / 05 / 2016

www.landless-voices.org